Celebridade TV e CINE

Celebridade
Actividad
famososs de
 
Cine
Musica
Television TV
ULTIMOS INGRESOS
 
 

 

Fapedia.com  | Famosos BRASIL

CELEBRITIES: Ricardo Darín rompe silêncio após atrizes o acusarem de maus-tratos

BUENOS AIRES — "Estou chocado e devastado. Estou atônito. E tentando entender como as coisas aconteceram e por que elas foram se transformando em outras", rebateu o ator argentino Ricardo Darín a uma jornalista do programa de TV argentino "Los Ángeles de la mañana", que o abordou no aeroporto portenho nesta segunda-feira, quando o ator desembarcava de Mendonza, onde apresentava a peça "Escenas de la vida conyugal". Ricardo Darín comenta acusações

O ator se defendeu de acusações de maus-tratos que vieram das atrizes Valeria Bertuccelli e Érica Rivas. Ele confirmou os desentendimentos com as ex-colegas de profissão, mas se defende dizendo que tais episódios não podem ser atrelados à onda de denúncias de assédio e violência de gênero que vem tomando conta da indústria do entretenimento atual.

BOATOS DESDE O ANO PASSADO

Na semana passada, a argentina Valeria Bertuccelli revelou, em outro programa de TV argentino, o real motivo que a fez abandonar, em 2014, o elenco de "Escenas de la vida conyugal", peça que protagonizava ao lado de Darín. "Ele me tratou de uma maneira que não se trata uma colega de trabalho", desabafou a atriz, sinalizando que a convivência durante a temporada do espetáculo não foi nada harmônica. "Fiquei muito mal, cheguei a desmaiar. Muitas vezes coisas do gênero acontecem, e sempre busco resolvê-las da melhor maneira: conversando. Mas o que aconteceu foi gravíssimo", completou.

34739975_SC Rio de Janeiro RJ 08-02-2013 - valeria-bertuccelli-y-graciela-borges Viúvas Viúdas Cré.jpgNo programa, a atriz relembrou a traumática saída do espetáculo, há quatro anos. Por divergências artísticas, Valeria resolveu deixar a peça, acordando com equipe, elenco e assessoria de imprensa que o motivo divulgado seria uma proposta de um filme a ser feito por ela. "Inventaram que eu havia me apaixonado por Ricardo, e que o que eu sentia era tão forte que só havia contado a meu marido (Vicentico), que teria me tirado imediatamente da obra. Foi cruel."

No ano passado, o ator também já havia sido alvo de boatos de desentendimentos com Érica Rivas, com quem filmou "La Cordillera" (2017), dirigido por Santiago Mitre. Houve até quem dissesse que Rivas teria ido à polícia denunciar o ator, que desmentiu.

Nesta segunda-feira, no aeroporto de Buenos Aires, ele complementou: "Já pedi desculpas, que não foram bem interpretadas. Na verdade, foram distorcidas. Estamos vivendo um momento difícil de muita hipersensibilidade com todos os movimentos dos direitos femininos, a lei do aborto, o movimento #NiUnaMenos (#NenhumaAMenos, em tradução livre). Tudo tende a pender para um determinado lado, e as histórias acabam sendo atreladas a episódios de violência de gênero, o que é um pouco perverso porque creio que não tenha nada a ver. É doloroso porque é muito difícil se defender quando tudo vai ser mal interpretado", disse o mais famoso ator argentino da atualidade.34096940_SC Rio de Janeiro RJ 23-10-2014 - Filme argentino mostra a facilidade de sermos tentados pe.jpg

A repórter então pede que ele comente a declaração de seu filho, "Chino" Darín, que disse que o pai era um homem com muita consciência de gênero. "Não importa se tenho consciência de gênero ou não. O que importa é o que a maioria das pessoas quer ouvir, quando são levados pela opinião das massas. Acabam gerando um maremoto, em que a clareza é o que menos importa. Os que saíram em minha defesa, com ou sem razão, foram atacados com uma virulência incrível. E os outros também são atacados. Se você se perguntar a quem esse ódio beneficia, digo que a mim, com certeza não, mas suponho que a ninguém também. A única coisa de que não precisamos é alimentar esse tipo de coisas", declarou Darín.

E complementou: "Me colocaram no grupo dos indesejáveis. Dos que maltratam, são agressivos, violadores em série. Houve uma publicação americana que falou em 'Harvey Weinstein argentino'".

E reflete ainda sobre o que é dito atualmente em nossa sociedade. "É um momento de hipersensibilidade social, e aproveitar-se desta conjuntura para colocar esses episódios como uma questão de violência de gênero é muito perverso e não me parece casual. É algo muito infantil. Não sei o que comentar. Com Érica (Rivas), tivemos uma grande discussão em determinado momento. Encaminhei um pedido de desculpas a ela, que não foi aceito. Gostaria de falar com ela", disse.

Por fim, voltou a observar os motivos de sua resistência a falar abertamente de todos os detalhes daquele conflito. "Adoraria pode falar, mas não posso fazê-lo agora. Preciso ser inteligente. Tenho que cuidar da minha família. Isso não envolve somente a mim, mas também minha mulher, que é uma grande defensora dos direitos das mulheres, minha filha, minhas amigas."

E finalizou, já em frente à sua casa, em declaração a outro veículo de imprensa argentino, que "há uma carga de ódio muito grande" e que o estão acusando "de coisas que não estão certas".

Celebridade Brasil

CELEBRITIES: Ingressos para a Flip 2018 começam a ser vendidos no dia 26

RIO — Os ingressos para a Festa Literária de Paraty começam a ser vendidos às 11h da próxima terça-feira (26) pelo site da Tickets For Fun ou pontos de venda oficiais. Eles custarão R$ 55

A Flip acontece de 25 a 29 de julho e terá Hilda Hilst como autora homenageada. Saiba tudo sobre o evento.

Neste ano, o evento vai reunir no seu programa principal, 33 nomes, sendo 17 mulheres e 16 homens. Além de escritores, brasileiros e estrangeiros, a lista de convidados incluirá também outras categorias, como artistas performáticos, atrizes, cineastas, compositores, fotógrafos e sonoplastas. Veja a programação completa.

Novamente este ano o orçamento da Flip vai diminuir, segundo Mauro Munhoz, da Casa Azul, que organiza o evento. No ano passado, diz ele, a verba chegou a R$ 5,7 milhões, dos quais R$ 3,7 milhões de investimento direto na festa. A expectativa dos organizadores, quando os números fecharem, é de uma nova diminuição no valor total, entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão, preservado o valor investido no evento.

Além disso, a programação principal sai da igreja e vai para um espaço ao lado dela, em um dos cantos da praça da matriz. O espaço terá 500 lugares, considerada pelos organizadores a capacidade ideal para acompanhar as mesas. Como cerca de 10% das entradas são direcionadas à população de baixa renda e estudantes, devem ser colocados à venda em torno de 450 ingressos.

Celebridade Brasil

CELEBRITIES: Paul McCartney lança duas músicas inéditas na quarta

RIO - Cinco anos após seu último álbum, "New", Paul McCartney está de volta. Nesta quarta-feira, ele lança um single com duas músicas inéditas, "I don’t know" e "Come on to me", que antecipam o seu 17º álbum de estúdio, com data de lançamento no fim do ano.

LEIA TAMBÉM: Ex-desafeto de Paul McCartney mostra fraquezas e virtudes do beatle em biografia autorizada

Na semana passada, McCartney cantou "Come on to me" no Liverpool Philharmonic Pub, onde presenteou uma multidão com vários sucessos. Pouco depois do show, uma série de posts enigmáticos em sua reativada conta do Instagram sugeriram um possível título para o álbum: "Egypt Station". De acordo com o canal de TV ABC News, o nome e os posts fazem referência a uma pintura de 1999 do músico.

Paul 1

Paul 2

June 9 2018 Secret Gig Philharmonic Pub Liverpool UPGRADE EX

Celebridade Brasil

CELEBRITIES: Com Casa do Brasil na Copa ainda fechada, show de Emicida será em outro local

RIO - Diante do impasse por conta da não abertura na data marcada da Casa do Brasil na Rússia/Brasil Experience, a Brasil, Música & Artes (BM&A) - responsável pela agenda de shows do evento - partiu para um plano B: alugou por conta própria um outro imóvel para a apresentação de Emicida, inicialmente prevista para sábado passado.

LEIA MAIS: Confira o guia completo da Copa de 2018

Será a Powerhouse, uma mistura de bar, club e restaurante que fica a cerca de sete quilômetros da Summer Garden, cervejaria alugada para sediar a Casa do Brasil oficial. O rapper, que só fica em Moscou até quinta-feira, sobe ao novo palco nesta quarta-feira, às 22h30 (horário russo).8ab06416-07dc-44b2-9650-aed0cc730714.jpg

ANÁLISE: Panorama musical é variado e à altura da melhor porção do Brasil de hoje

A BM&A é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que se dedica a divulgar a música brasileira no exterior, com apoio da Agência Brasileira de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Ela ganhou a concorrência pública aberta pelo Ministério da Cultura para organizar a programação cultural da Casa. O MinC investiu R$ 2,9 milhões no projeto, e a Apex-Brasil, R$ 650 mil. Além de Emicida, também estão na agenda de shows, prevista para começar na quinta-feira, Mart’nália, Hermeto Pascoal, Liniker e outros dez artistas e grupos de todas as regiões do Brasil.AF_CasaFora.jpg

A BM&A não informou ainda se o palco da Powerhouse também será usado para as outras apresentações, no caso de a Casa do Brasil permanecer fechada. O Ministério da Cultura divulgou, na noite desta segunda-feira, uma nota informando que, caso a programação prevista para a Brasil Experience não aconteça durante a Copa do Mundo, o dinheiro investido terá que ser devolvido pela BM&A.

ABERTURA CANCELADA DUAS VEZES

Ao contrário das expectativas dos organizadores, a Casa do Brasil na Rússia, batizada de Brasil Experience, não chegou a ser aberta para o primeiro jogo do Brasil, neste domingo. A abertura oficial estava marcada para quinta-feira passada, com show de Gilberto Gil, convidado pela CBF, que acabou cancelado por falta de espaço na agenda do cantor para remarcação.

A abertura foi adiada por tempo indeterminado por atraso na transferência do dinheiro entre os sistemas bancários do Brasil e da Rússia, o que não teria permitido que o aluguel do local do evento fosse pago, segundo a agência Vivid Brand, que administra a Casa. A justificativa foi dada há uma semana e, desde então, não houve mais explicações sobre o que pode ter acontecido para atrasar tanto os trâmites burocráticos. A assessoria de imprensa da organização do evento diz que a data limite para o início do funcionamento é dia 27 de junho, data do primeiro jogo do Brasil em Moscou.

Celebridade Brasil

CELEBRITIES: Nos EUA, espectadores de 'Os incríveis 2' são alertados sobre risco de convulsão

Marcos Gardiana, um autodeclarado fanático pela Disney, com cinco tatuagens de personagens espalhadas pelo corpo para provar o que diz, estava animado para ver a próxima grande produção do estúdio, "Os incríveis 2", no domingo passado, e levou sua namorada junto. A animação estreia no Brasil no dia 28.

Ele não conseguiu ficar para o fim do filme. Gardiana, de 27 anos, que desenvolveu um quadro de epilepsia após lesão cerebral sofrida em um acidente de carro, em 2011, disse que começou a ver estrelas e a ficar tonto no cinema. Ele disse que no começo sofreu uma "pequena" convulsão, que depois evoluiu para uma "convulsão com blecaute e depois uma convulsão completa, com tremedeira".

Sua namorada, Courtney Anderson, de 21 anos, levou-o até um banco fora do cinema:

— Ele se sentou por um minuto, pálido como um fantasma — disse ela. — E teve uma segunda convulsão forte, os olhos reviraram. E ele perdeu a consciência.

Aparentemente, Gardiana sofreu convulsões provocadas por luzes piscantes durante o filme, um risco não muito comum, mas com alguma incidência dentre aqueles que sofrem com epilepsia.

Não ficou claro se a Walt Disney Co., que não respondeu a pedidos para comentar o assunto, nesta segunda-feira, alertou os cinemas sobre o perigo. Mas, desde sexta-feira, o primeiro dia em que os cinemas exibiram "Os incríveis 2" nos EUA, avisos nos complexos de salas alertavam que uma "sequência com luzes intermitentes" pode afetar pessoas que são suscetíveis a "epilepsia fotossensível ou outros tipos de fotossensibilidade".

Trailer 'Os incríveis 2'

Alguns espectadores, no entanto, parecem não ter recebido o aviso. Gardiana disse que não viu nenhum alerta no cinema de Las Vegas onde foi assistir ao filme. A gerente do cinema confirmou que um aviso foi colocado na sexta-feira, mas que não poderia fazer mais nenhum comentário. Na Times Square, NY, onde o filme estava sendo exibido no complexo Regal Cinemas, um aviso só apareceu na segunda depois que a reportagem perguntou onde ele estava; o gerente da sala declinou de fazer comentários.

As imagens que produzem a reação em "Os incríveis 2" começam a aparecer com cerca de uma hora de projeção em uma sequência envolvendo o vilão Hipnotizador.

Desde sexta, a Epilepsy Foundation começou a receber mensagens por e-mail e via redes sociais de pessoas que viram o filme e identificaram os sintomas, disse Jackie Aker, porta-voz do grupo. No sábado, a fundação publicou uma declaração nos seus canais de rede social e sites pedindo que a Disney/Pixar colocasse um aviso online. Mas até segunda-feira não havia nenhum aviso na sua principal página na rede, na página no Facebook nem no Twitter.

A fundação colocou seu próprio aviso: "Para quem foi diagnosticado com epilepsia fotossensível — ou simplesmente são sensíveis a luzes intermitentes — e estão planejando assistir ao filme, eles devem ser avisados de que luzes intermitentes podem causa convulsões em algumas pessoas".

Epilepsy Foundation

Aker disse ainda não ter notícia de nenhum outro filme ou videogame recente com gatilhos para epiléticos fotossensíveis. Recentemente, a fundação trabalhou com a Apple para remover uma cena em um vídeo promocional com luzes intermitentes que causaram sintomas em vários epiléticos fotossensíveis.

Gardiana, agente musical, passou a segunda-feira no hospital, onde sofreu mais duas convulsões. O filme, enquanto isso, está sendo um sucesso, com renda durante o fim de semana nos cinemas americanos de US$ 180 milhões. Mas não estará na lista dos preferidos de Gardiana

— Tenho todos os filmes da Disney em DVD ou Blu-ray — diz ele. — Este é o primeiro filme da Disney que não vou conseguir assistir.

Celebridade Brasil

CELEBRITIES: Robbie Williams explica gesto obsceno na abertura da Copa do Mundo: 'Estava sob pressão'

xwilliams.jpg.pagespeed.ic.pxQSqG5sTs.jpgRobbie Williams, que se apresentou na abertura da Copa do Mundo da Rússia na última semana, tentou explicar seu gesto obsceno para as câmeras de TV. Em entrevista ao programa "This Morning", do Reino Unido, nesta terça-feira, o artista argumentou que tomou a atitude por conta da alta expectativa depositada sobre ele:

"Eu pensei: É realmente importante, num evento como este, não causar um incidente internacional'. E quer saber? Eu consegui. Eu estava sob pressão porque eu tinha apenas um minuto para acabar, e comecei a fazer uma contagem regressiva de um minuto", desabafou.

LEIA TAMBÉM: Entenda a briga entre Robbie Williams e Jimmy Page por causa de uma piscina

Ao ser questonado pelo apresentador Phillip Bryan Schofield sobre o que pode ter passado por sua cabeça, o artista disse que não premeditou o gesto que, desde então, viralizou nas redes sociais e chegou a ser interpretado como uma forma de protesto político.

"Nada sai da minha cabeça desta forma. Eu não posso confiar em mim mesmo. A última coisa que eu fiz foi perguntar ao meu empresário: 'O que pode dar errado?'. O plano era cantar direito e não cair. Este era o plano", disse ele, e complementou: "Nada passou pela minha cabeça. Existe um espaço entre eu mesmo e fazer sentido. Alguma coisa acontece e cinco minutos depois eume pergunto: 'Eu fiz isso? Sim! Eu fiz'".

Veja o vídeo na íntegra:

robbie

MAIS SOBRE ROBBIE WILLIAMS:

Robbie Williams desinfeta as mãos após tocar no público em show

Ao GLOBO, Williams fala sobre a preocupação de se manter relevante

Celebridade Brasil

Famosos Celebridades . Cine TV celebrities